Máscaras deixam de ser obrigatórias em serviços de saúde na cidade de São Paulo

 Máscaras deixam de ser obrigatórias em serviços de saúde na cidade de São Paulo

Imagem: Antônio Gonçalves

 

Após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) emitir um parecer técnico autorizando a flexibilização do uso de máscaras em ambientes hospitalares em todo o país, a prefeitura de São Paulo anunciou que o item de proteção não será mais obrigatório em nenhum serviço de saúde da capital. De acordo com o documento, a mudança só foi possível graças ao aumento do número de vacinados e a queda no número de mortes provocadas pela covid-19.

Apesar da máscara não ser mais exigida para quem transitar nesses ambientes, a Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo recomenda que quem apresente sintomas da doença ou faça parte do grupo de risco, continue usando o item de proteção.

Além disso, também é recomendado que quem tenha mantido contato próximo com alguém que positivou, continue utilizando. O mesmo vale para os profissionais de saúde responsáveis pela triagem dos pacientes, assim como visitantes e acompanhantes em áreas de internação.

Outras postagens